Síndrome de Kallmann


Também chamada de Displasia Olfato-genital. Caracteriza-se por hipogonadismo, pouco desenvolvimento dos testículos ou ovários, e anosmia ou hiposmia, incapacidade ou dificuldade de sentir cheiros.


A primeira descrição da associação de hipogonadismo e anosmia foi feita, em 1856, pelo médico e professor catedrático de anatomia da Faculdade de Medicina de Granada, Aureliano Maestre de San Juan (1828 - 1890), após a autópsia de um homem de 40 anos, apresentava bulbos olfatórios ausentes e "atrofia congênita" dos testículos e pênis. A possibilidade de um distúrbio olfatório foi, então, retrospectivamente investigada:

"con el objeto de utilizar para la ciencia este notabilísimo caso, traté a toda costa de averiguar algo acerca de las facultades olfatorias de este sujeto, y afortunadamente supe por una hermana del mismo, que su hermano Antonio nunca había tenido conciencia de los cuerpos olorosos, y así que era notable el cómo podía permanecer en cualquier paraje, aunque el olor en aquel punto fuera intolerable"

("com o objetivo de utilizar para a ciência este notável caso, tratei de averiguar algo sobre as faculdades olfatórias desse sujeito e, afortunadamente, soube por sua irmã que seu irmão Antônio nunca havia percebido odores, e assim era notável como podia ficar em qualquer lugar mesmo que o odor local fosse intolerável").

Dr. San Juan apesar de competente não logrou reconhecimento.
Ele foi o primeiro de uma geração de histologistas espanhóis, dentre os quais se destacou Ramon y Cajal, pai da teoria da plasticidade neuronal. Segundo as memórias escritas por Cajal:

"... o boníssimo don Aureliano, a quem tanto nós discípulos venerávamos, sucumbiu depois de um acidente de laboratório..."

Fora um acidente com soda cáustica, o que o deixara cego, tendo morrido pobre e esquecido. A descrição inédita da associação de hipogonadismo e anosmia, publicada por Maestre de San Juan na revista espanhola "El Siglo Médico", permaneceu pouco lembrada pela literatura médica.

Em 1944, o geneticista alemão Franz Joseph Kallmann (1897 – 1965), um estudioso do caráter hereditário da esquizofrenia e do retardo mental, descreveu três famílias com 12 indivíduos hipogonádicos, dos quais nove eram portadores de anosmia, e dois eram retardados mentais. Kallmann demonstrou o caráter genético da doença, a maior prevalência em homens bem como sua variedade fenotípica.

Infelizmente, se por um lado o Dr.
Aureliano Maestre de San Juan foi um orgulho não reconhecido para a medicina, por outro lado Kallmann não apresenta na totalidade de seu trabalho razão para glorificação. A descoberta desta Síndrome era parte dos seus estudos para "aprimoramento da raça humana": Kallmann defendia a esterilização dos esquizofrênicos como forma de melhorar a raça humana e aprimorar a sociedade. Sua teoria foi usada pelos nazistas como "embasamento científico" para perseguição e extermínio de mais de 200 mil portadores de esquizofrenia e de outras formas de retardo mental, a maioria crianças, em campos de concentração, posteriormente utilizados para o extermínio de judeus e de outras minorias raciais. Ironicamente, Kallmann, filho de mãe judaica, viu-se forçado a migrar para os Estados Unidos para não acabar nos mesmos campos de extermínio criados sob inspiração de sua própria teoria.

Apesar disto, mesmo em 1954 com
De Morsier cunhando o termo Displasia Olfato-genital para descrever a coexistência de hipogonadismo e anosmia em 14 indivíduos, ainda hoje, a utilização do epônimo síndrome de Kallmann para descrever essa associação prevalece na literatura.


EPIDEMIOLOGIA

Apresenta prevalência de 1:10.000 e 1:80.000 entre homens e cerca de 1:50.000 em mulheres.
Pode ser esporádica ou familiar.
Ocorre predominantemente entre homens sendo a proporção masculino/feminino entre os casos esporádicos de 4:1 e entre os casos familiares de 2:1.


QUADRO CLÍNICO

O hipogonadismo pode ser diagnosticado logo na infância em virtude da criptorquidia e/ou micropênis ou, mais comumente, na idade puberal em virtude da falta de desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários: pêlos, mudança de voz, etc.

Mais raramente, alguns pacientes apresentarão reversão do hipogonadismo anos após o diagnóstico e início da reposição androgênica. Essa variante fenotípica (variante de apresentação) tem sido denominada SÍNDROME DE KALLMANN REVERSÍVEL e caracteriza-se por aumento do volume testicular, normalização dos níveis de testosterona e fertilidade após a suspensão da reposição androgênica.

O olfato dos portadores da síndrome pode estar totalmente ausente (anosmia) ou simplesmente reduzido (hiposmia). Os diferentes graus de comprometimento da função olfatória podem ser avaliados por meio da capacidade de reconhecer o odor de uma única substância apresentada em diferentes concentrações, como o álcool, ou da capacidade de discriminar o cheiro de substâncias distintas apresentadas em cápsulas ou cartões que exalam odor após serem abertos ou raspados como no teste de identificação de cheiros da Universidade de Pensilvânia ("UPSIT test"). Esses testes geram escores que permitem a quantificação objetiva da função olfatória. Além do comprometimento funcional, os portadores da síndrome freqüentemente apresentam defeitos morfológicos, como hipotrofia ou ausência do bulbo olfatório uni ou bilateral. A anatomia do bulbo olfatório pode ser mais bem avaliada por ressonância magnética de encéfalo, em T1, por intermédio de cortes coronais finos a partir da parede posterior do seio frontal até o quiasma óptico.

Os portadores desta síndrome também podem apresentar: como fenda palatina, palato ogival, agenesia renal unilateral ou bilateral (esta incompatível com a vida), sincinesia bimanual (movimentos em espelho), perda auditiva neurossensorial, daltonismo, pé cavo, déficit de aprendizagem, retardo mental, agenesia dental e defeitos da movimentação ocular.

O fenótipo (a apresentação) reprodutivo, olfatório e as manifestações associadas podem ser diferentes em indivíduos pertencentes à mesma família, variando até mesmo entre gêmeos idênticos . Parentes de pacientes com Síndrome de Kallmann clássica podem apresentar hipogonadismo isolado, anosmia isolada ou apenas retardo puberal, que apresenta prevalência 12 vezes maior do que na população geral.


GENÉTICA

Os casos familiares apresentam vários padrões de herança, incluindo autossômico dominante, o mais comum, autossômico recessivo e ligado ao X, o que indica o envolvimento de diversos genes.


FISIOPATOLOGIA

Tanto os neurônios do bulbo olfatório quanto os neurônios secretores de GnRH se originam no epitélio nasal embrionário. Então devido a defeitos nque setraduzem na formação embrionária do bulbo olfatório, há deficiência na pridução de GnRH (hormônio liberador de gonadotrofinas). Sem este hormônio não há estímulo das gônadas (glândulas sexuais, ovários e testículos).


BIBLIOGRAFIA
  1. RIBEIRO, Rogério Silicani and ABUCHAM, Julio. Síndrome de Kallmann: uma revisão histórica, clínica e molecular. Arq Bras Endocrinol Metab [online]. 2008, vol.52, n.1 [cited 2009-10-04], pp. 8-17.
  2. SCHMIDT, Viviane Bom; ROITHMANN, Renato; CORLETA, Helena von Eye e CAPP, Edison. Hipogonadismo hipogonadotrófico e anosmia: síndrome de Kallmann. Rev. Bras. Otorrinolaringol. [online]. 2001, vol.67, n.6 [citado 2009-10-04], pp. 880-884 .



9 comentários:

Anônimo disse...

Hola soy de Costa Rica y padezco el síndrome de Kallman. Si alguien tiene algún dato reciente sobre la enfermedad favor escribirme al email
luisysilvia@costarricense.cr

Glaise Franco disse...

OK. Registrada a solicitação.

Pedro disse...

Boas! Também sofro deste síndrome e tinha algumas questões a respeito do mesmo...Será que é possível esclarecer-me essas questões, para onde posso contactar?? o meu e-mail é pedro_martins_gomes@hotmail.com

Desde já Obrigado

Anônimo disse...

Muito obrigada pelos esclarecimentos.
Nunca tinha encontrado em um texto tão boa explicação para a sindrome

José Luiz disse...

Falar o que....
Sofro dessa Síndrome e esse é um fardo pesado na minha vida...
É foda....

Células Tribo de Judá. disse...

tambem tenho essa sindrome é reversivel?

Glaise Franco disse...

Sugiro reler o texto. Obrigada.

super disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RD 135 by Chitola disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Depois de postar, aguarde até a sua mensagem ficar on-line. Isto não ocorrerá imediatamente. Poderá levar até um dia. Não aceitamos comentários anônimos. Obrigada pela sua colaboração.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.